Moradores de Itapuã protestam pedindo melhoria para o Abaeté


Moradores, ativistas e permissionários do Parque Metropolitano do Abaeté fizeram uma passeata na manhã desta segunda-feira (17) em prol da revitalização do local. O protesto saiu do largo da sereia e foi em direção a lagoa do Abaeté com cerca de 50 participantes.

A reforma foi anunciada por representantes do Governo do Estado no mês de julho em reunião com parte dos comerciantes do local, porém os organizadores da comissão “Todo Mundo Pelo Abaeté” informam que a comunidade precisa participar da construção do projeto de requalificação, adequando a reforma às demandas do lugar.

A permissionária Josenilda Alves, conhecida como “Nil”, foi uma das organizadoras da caminhada e fez questão de destacar a situação atual da região. “Tenho em mãos o comunicado da Conder informando que em 16 outubro de 2014 iniciariam as obras de revitalização. Após um ano estamos aqui mais uma vez para escutar esses órgãos falarem sobre reforma. Não podemos mais aceitar esse descaso”.

Para o professor Antônio Carlos, que também esteve na passeata, o objetivo do protesto foi alcançado. “Poderíamos ter obtido uma maior participação da comunidade, mas queríamos chamar atenção de todos e acho que conseguimos. Agora vamos nos reunir para dar continuidade ao movimento com mais força”.

Acidente

O movimento partiu do largo da sereia às 7h00 da manhã, deixando o trânsito lento na região. Por volta das 9h00 a caminhada estava passando pelo Colégio Estadual Rotary, quando a Transalvador chegou para liberar o trânsito, que encontrava-se congestionado. Porém, ao liberar o trajeto de ônibus com os participantes ainda na via, uma integrante da caminhada foi atropelada. A vítima foi encaminhada para o posto de saúde, e não corre risco de morte.

acidente


Deixe uma resposta