Ouvidoria detecta problemas no CAPS Itapuã


A série de visitas técnicas da Ouvidoria da Câmara aos Centros de Assistência Psicossocial (Caps) teve continuidade nesta terça-feira (20), no CAPS Franco Brasaglia, no bairro de Itapuã. A principal deficiência detectada no posto foi a quantidade insuficiente de profissionais psiquiatras e farmacêuticos para atender a demanda de pacientes.
A situação se agrava ainda mais porque o CAPS de Itapuã é o que tem o maior quantitativo de pacientes dos sete já visitados pelo órgão. No total, são 2.400 matriculados. Destes, 1.400 estão ativos.

Apesar da estrutura física estar em boas condições, os usuários reclamam da disponibilidade do carro para atividades externas. Um Kombi está disponível apenas três vezes por semana para dar suporte ao CAPS e à residência terapêutica ligada ao centro de assistência. O veículo transporta usuários ao médico para consultas ou internações, faz compras para essa casa e apoia toda a logística.

Outra queixa dos pacientes é em relação à disponibilidade da farmácia, aberta apenas em dois dias da semana.
A coordenação do CAPS informou que o local está passando por reformas para atender a demanda dos usuários da região.

Fonte: CMS


Deixe uma resposta